domingo, 23 de dezembro de 2007

MENSAGEM DE NATAL

Leia Mais…

sábado, 15 de dezembro de 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

RecadosAnimados.com

Leia Mais…

LUZES DE NATAL - SHOW

Nos EUA , um engenheiro ornamentou sua casa com cerca de 25.000 lâmpadas, e programou o seu 'flashing' através de um software que ele mesmo desenvolveu. Por aproximadamente 12 minutos, as luzes 'dançam' ao ritmo de uma música que é transmitida por ondas de FM (para não gerar poluição sonora). Um cartaz à frente da casa informava às pessoas que por ali passam de carro, a frequência que elas devem sintonizar nos seus rádios, para acompanhar o show.
Vejam 3 minutos de um show absolutamente fantástico!


Leia Mais…

domingo, 9 de dezembro de 2007

Caros amigos,

A partir de hoje colocamos à disposição de todos os nossos leitores um novo blog.
No
Espacio Hispano serão disponibilizados textos, poesias, contos, canalizações, orações, vídeos e outros materiais em espanhol.
Acesse agora o novo blog e não esqueça de deixar o seu recado.

Um grande abraço.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Leia Mais…

Navidad

Leia Mais…

Um conto de Natal


Eu estava em São Francisco, a poucos dias do Natal. As lojas já começavam a ficar lotadas e multidões esperavam impacientemente pelos ônibus e bondes no fim da tarde. Quase todo mundo carregava pilhas de pacotes e o cansaço era tanto, que eu comecei a me perguntar se os inúmeros amigos e parentes mereciam mesmo aqueles presentes e tanto sacrifício. Esse não era bem o espírito de Natal que eu desejava.

Finalmente fui literalmente empurrada para dentro de um bonde superlotado e a idéia de ficar ali como sardinha em lata até chegar em casa foi se tornando insuportável. O que eu não daria por um lugar sentada!

À medida que algumas pessoas foram descendo, consegui respirar melhor e comecei a notar os outros passageiros. Com o canto do olho, vi um menino pequeno, de pele escura - não poderia ter mais de seis anos - puxando a manga de uma mulher e perguntando: "Quer se sentar?" Ele a levou até o assento vago mais próximo e partiu em busca de outra pessoa cansada. Assim que um cobiçado lugar surgia, ele rapidamente se enfiava em meio àquela multidão para procurar mais uma mulher carregada de pacotes e a levava até o assento.

Finalmente, quando senti um puxão em minha própria manga, já estava completamente fascinada pelo menino. Ele me pegou pela mão e com um sorriso do qual jamais vou me esquecer disse: "Venha comigo." Mal tive tempo de agradecer, pois ele já partia em busca de mais uma necessitada.

Os passageiros do bonde, que em geral viajavam olhando para a frente e evitando os olhares dos vizinhos, começaram a trocar sorrisos. Uma mulher comentou comigo o cansaço que sentia, e três pessoas se abaixaram ao mesmo tempo para apanhar um pacote que caíra no chão. Em pouco tempo, as pessoas conversavam. Aquele menininho havia realmente mudado alguma coisa - todos nós nos sentíamos envolvidos num sutil sentimento de aconchego e o resto do percurso foi puro prazer.

Não percebi o menino descer. Quando olhei, ele não estava mais ali. Quando cheguei ao meu ponto, saltei do bonde pisando nas nuvens e desejei sinceramente ao motorista "Feliz Natal". Pela primeira vez percebi como as casas da minha rua estavam lindamente iluminadas e pensei em reunir os vizinhos para um chá antes do fim do ano. Eu me sentia de bem com o mundo, feliz com os presentes que comprara e com a alegria que eles dariam.

E de repente, o Natal deixou de ser uma estressante festa de consumo para adquirir seu verdadeiro sentido. Mais uma vez era um menino que, com seu gesto de amor, anunciava nossa verdadeira vocação.

Livro: Histórias Interessantes
Autor: Assis Almeida

Leia Mais…

CELEBRANDO A MÁGICA DA ESTRELA DE NATAL



Se você ouviu música de Natal ou ouviu todas as conversas sobre o renascimento da Luz há 2000 anos, tenho certeza de que você ouviu sobre a Estrela de Natal e sobre os Magos que, estando cientes do Evento Astrológico que estava para ocorrer, vieram para reverenciar este evento.

Sim, havia pastores no campo que estavam bem perceptivos dos eventos astronômicos e, é claro, os Anjos sempre presentes e outros espíritos que estão conosco todos os dias, mas com a percepção humana tendo sido elevada pela Luz, eles já foram mencionados naquela época.

Estes são alguns dos ingredientes para uma mistura mágica de mito e misticismo que foram trazidos para a Cristandade de hoje. Então agora, achamos difícil distinguir entre o evento histórico que foi enfeitado para criar mais mágica, admiração e respeito do que o que realmente aconteceu naqueles dias. Mas mesmo aqueles povos tinham realidades múltiplas, alguns acreditando que esta criança fosse um Rei, alguns acreditando de que o homem adulto era um Mestre e muitos com temor de que seu próprio reino sucumbiria se este ensinamento de Amor e Vida eterna se mantivesse.

Recentemente tive o prazer de ler em primeira mão o relato de um homem sobre esses dias. Este homem era um professor na comunidade essênia que atualmente conhecemos como Qumran. Descrevendo a estrela, ele disse que ela apareceu, nos quatro cantos da Terra, no céu, sendo tão brilhante como uma lua cheia e que brilhava com um feixe em Belém.

Tudo isto é mágica ou a imaginação corria solta? Bem, na verdade foi uma conjunção maior de planetas no ano 7 (A.C. de acordo com o calendário atual), e eu ouvi de um cientista há poucos dias, que cristais de gelo no ar podem formar muitos efeitos diferentes num céu claro, incluindo feixes de luz. É claro que existem outras teorias de que algumas dessas luzes e feixes eram luzes dos anjos ou de que elas poderiam ter vindo de uma ou mais naves espaciais.

Este professor essênio afirmava que, enquanto as quatro luzes vieram juntas, três dos quatro mestres da Índia, China e Inglaterra também vieram juntos para reverenciar este novo Mestre que era um Exemplo Vivo do que quer que fosse possível para a humanidade. É claro que este evento também representou a vinda conjunta de idéias, culturas e povos que se uniam em vida, aprendizado, luz e amor. Minha sensação é que o quarto Rei Mago era de energias que não podiam ser vistas. Jesus estudou nessas três outras culturas e também estudou algo das energias invisíveis, como era ensinado no antigo Egito. Conforme este mestre essênio, que ensinou Yeshua Ben Joseph (Jesus) e Jochannan Ben Zackariah (João) disse: “Nós não os ensinamos tanto quanto nós os inspiramos a buscar o conhecimento e a sabedoria de dentro deles mesmos”.

Agora, PORQUE estes dois primos, personagens bíblicos e Mestres vieram a Terra? Foi para nos salvar de nossos pecados? Para ser o Rei dos Judeus, como muitos disseram? Ou para estabelecer a ordem do Mundo Novo? Eles eram indivíduos muito diferentes, que poderiam ser comparados com o leão (João) e o cordeiro (Jesus), ambos vivendo e exemplificando diferentes aspectos do Deus Único. Por quê? Para nos mostrar o que é possível, de modo que podemos começar a descobrir mais sobre a nossa própria Mágica e Majestade, e brilhar nossa luz como aquela luz no céu.

Sim, estes eventos vieram para inspirar sua imaginação, sua Imaginação dada por Deus, para inspirar a mágica que está dormente em vocês. A mágica do cristal e dos crânios de cristal é a mágica de vocês transformados e traduzidos fora do que vocês acreditam que são, para refletir de volta, de maneira que vocês possam ver isto na realidade física. O resultado é que freqüentemente somos os nossos melhores mestres – como Jesus e João eram seus melhores mestres, auxiliados pelo mundo ao redor deles.

E o que disse Jesus a respeito de seus “Milagres”? “Vocês podem fazer estas coisas e mais, pois eu deverei partir desta Terra e ir para outro lugar no céu”. Mas vocês estão aqui”. Pois como essas personalidades exemplares nos mostraram, nós somos conhecedores, somos curadores, somos Magos, como eles eram, e hoje somos a luz do mundo. Pois somos a centelha de Deus-Deusa (Não o total, mas uma partícula de Deus-Deusa). Somos espíritos manifestando-se na forma física, como Jesus e João e muitos antes e depois deles. Sim, Jesus veio do espírito, de Deus, na forma física, mas também o fizeram João Batista, o Apóstolo Paulo e também você e eu. Somos todos filhos e filhas de Deus-Deusa, assim como todos os Mestres o foram.

Assim, nesta época de celebrações, saiba que você é um Criador e seu melhor mestre e guru. Então, quando você fizer um pedido para uma estrela, nesta época, saiba que sua verdadeira alma alcança muito além dos limites terrestres. Então você não estará mais só e abatido.

Uma celebração da vida é uma celebração de você, e uma celebração de você é uma celebração da vida. Tudo Que É pretendeu que nós estivéssemos celebrando. Uma celebração de você é uma celebração de milagres; pois todo o nascimento, não apenas o de Jesus, é um milagre. Então deixe esta época ser a sua cerimônia para viver a vida, para celebrar o amor. Assim,você estará procurando além da sua própria consciência, além de seu conhecimento e crenças, atingindo aquela estrela brilhante. Então, que os seus desejos possam se renovar e se tornar vivos como Maria desejou milhares de anos atrás.

Então, enquanto você faz um pedido para uma estrela, você se abre para a possibilidade, oportunidade e mesmo surpresa. E quando respondemos aos sentimentos e aos quadros que vem através de nossos seres, acreditando neles e os praticando, os resultados serão miraculosos. Quando você faz um pedido para uma estrela, as portas do céu estarão abertas, pois agora você é a estrela. O céu está ao seu redor, não somente acima de você. Neste Grande Sonho, o mundo só pode se abrir para você, enquanto você chama os seus anjos guardiães, auxiliadores espirituais e guias e permite a eles ser sua estrela viva até que você possa encontrar toda a sua própria luz interior.

Quando você encontrar aquela luz, vivê-la, amá-la e celebrá-la, então VOCÊ SE TORNARÁ A ESTRELA DE NATAL – TODO O ANO, A CADA ANO! E a Vida será verdadeiramente um evento miraculoso para celebrar durante todo o ano. Deus abençoe você e a todos... Nesta época, neste Novo Milênio e sempre!

John M. Kohlenberger

Leia Mais…


É Proibido

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,

Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos

Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,

Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,

Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,

Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,

Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,

Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,

Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

Pablo Neruda


Leia Mais…

sábado, 1 de dezembro de 2007




Leia Mais…

Não espere


Leia Mais…

“O amor é a força mais poderosa no universo. Será encontrado nas menores partículas da matéria – no espaço entre o núcleo e os elétrons, onde fica espesso com a divindade! O amor é esta coisa de que vocês são feitos. Ele tem poder! E quando vocês liberam este poder, não há nada que possa tocá-los. Não há demônio, nem escuridão neste planeta que possa se aproximar, porque vocês invocaram a energia da qual vocês são feitos! O anjo que se senta neste trono dourado das suas vidas, aquele que tem a sua imagem, é ativado quando vocês manifestam a sua intenção de que este amor permeie o seu ser e crie paz. O EU SOU começa a mostrar-se a si mesmo e se funde com o Humano.”

Kryon

(Livro VI de Kryon, Capítulo 3, “Paz e Poder na Nova Era”)

Leia Mais…

OS MANSOS


Os antigos lhe disseram que “os mansos herdarão a Terra”. Felizmente, a palavra “manso” foi uma pobre escolha, como forma de traduzir o conceito. De fato, o manso herdará o planeta, mas você deve saber o que realmente significa ser manso: o manso humano somente se submete ao poder do amor. Ou seja, uma pessoa mansa elege retroceder com sabedoria quando outros carregam cólera contra ele. Uma pessoa mansa optará por valorizar a outra com o critério do amor, ao invés do critério da riqueza, da posição ou da situação. Uma pessoa mansa é alguém realmente sem ego, e é lenta na hora de defender-se, inclusive quando se vê atacada verbalmente. Isto é assim porque uma pessoa mansa tem sabedoria para compreender que o ataque verbal não causa dano algum, e que isso não é mais do que o resultado do desequilíbrio existente no atacante. Uma pessoa mansa enviará amor para todos aqueles que a atacam, e procurará com regularidade encontrar o equilíbrio com relação à Terra, com tolerância, inclusive perante o intolerável.
Quem é a pessoa mansa? Esta pessoa mansa está entre as mais poderosas do planeta. Esta pessoa mansa é aquela que reconheceu o amor como a fonte de todo o poder, e cria com ele. Esta pessoa transforma o negativo em positivo, e o maligno em bondade. Esta pessoa tem o poder de curar os indivíduos, e os grupos compostos por estas pessoas podem mudar o próprio planeta. Todos os guerreiros empalidecerão em comparação com esta pessoa mansa, pois o poder de uma destas pessoas equilibradas será igual ao de legiões de todos aqueles que não sentem amor. Compareço perante vocês representando este poder e com a notícia de que esse poder pode ser finalmente seu. Essa poderosa pessoa mansa é você. Deixem de lado os seus temores dos fantasmas do período de aprendizagem e aspirem alcançar este poder. Apoiar-lhes-ei com as minhas mudanças e seus guias lhes proporcionarão tudo aquilo que precisarem para continuar. Compreendam quem são vocês! Compreendam quem são vocês! Compreendam quem são vocês! (Não existe maior ênfase do que quando Kryon repete algo três vezes). O amor é o campeão dos tempos. É o vínculo do Universo e é o segredo de sua teoria unificada. Está presente no nível celular, preparado para ser liberado com a ação apropriada. É incondicional, e é único. Proporciona paz ali, onde antes não existia. Proporciona descanso ali, onde antes não era possível. É sábio. É o sol dentro do sol, e é de uma fonte singular. Não existe nada maior do que isto, e nenhum mal ou coisa negativa pode ser comparado, e depende de vocês o aceitar e pegar a nova energia. Deve saber isto, amigo meu: você não pode inverter a verdade que já sabe, no fundo. Permanecerá com você, em sua consciência, muito depois de ter deixado esta mensagem. Parece verdade porque é. Aspire alcançá-la!

Kryon
Fonte: Livro II de Kryon – “Não pense como um Humano”

Leia Mais…

O DESBLOQUEIO DA SABEDORIA

"Todos vocês são dotados de uma incrível vertente de pureza em seus corações, que chega até eles através de suas almas, que por sua vez absorvem essa vertente do Sagrado Espírito Santo (EU SOU). Filhos da Luz, observem em seus peitos a Chama Dourada do discernimento, a Chama Dourada que pacifica as emoções, a Chama Dourada que os conecta diretamente ao Grande Sol, e por conseguinte a todos os Sóis do universo. Queridos meus, a sabedoria acumulada por vocês ao longo dos anos precisa ser desbloqueada e utilizada em seu dia-a-dia de uma forma mais intensa, para que não precisem mais percorrer tortuosos caminhos que já foram percorridos no passado. Lembrar o passado nem sempre é agradável, mas como os seus historiadores dizem, quando lembramos o passado - se soubermos utilizar a nossa sabedoria (que não é apenas a inteligência) - poderemos evitar os escorregões do futuro, que na realidade já ocorreram no passado, constituindo-se em meras réplicas já vistas. Para se concentrar nesse “dejá-vu”, se conseguirem, liberem a sabedoria que está incrustada em vocês, andando com passos mais rápidos, menos tortuosos e evitando os abismos, os labirintos da vida. Trabalhadores da Luz, vocês estarão naquela grande frente que caminhará conduzindo aqueles outros irmãos nossos que, desafortunadamente, não têm o mesmo grau de abertura que vocês. Portanto, fazendo uso aqui da expressão consagrada de nosso amado Mestre, "urge" que possam libertar, filhos queridos, toda a sabedoria de vocês e todo amor contido em seu peito e em sua alma, como se referiu a bem amada Mestra Rowena. Os tempos exigirão sabedoria, calma e pacificação, e os nossos grandes companheiros do alto nos auxiliarão, certamente, a atuar com calma em períodos tortuosos. Fiquem em paz, envolvidos nas suas chamas pessoais e cientes de que são sábios, cultos e belos, e que, muito embora suas vestimentas possam parecer rudes por fora, para quem olha do ponto de onde nós olhamos, com os nossos olhos e com o nosso poder, a imagem é outra. “ Djwhal Khul e Lanto

Leia Mais…

“Só existe duas formas de viver a vida.

A primeira é pensando que o milagre não existe; a outra é pensando que tudo é milagre.

(Albert Einstein)

Leia Mais…

Criança e Geopolítica Observando o Nascimento do Homem Novo por Salvador Dali

A Verdadeira Natureza do Ser Humano

Aqueles que servem à vida se adaptam às mudanças enquanto agem. As mudanças surgem dos tempos; aqueles que conhecem os tempos não agem de maneiras fixas. Portanto eu digo:

“Os caminhos podem ser guias, mas não trilhas fixas;

os nomes podem servir para designar, mas sem rótulos fixos.”

Os escritos são produzidos por palavras, e as palavras vêm do conhecimento; os intelectuais não sabem que elas não constituem um caminho fixo. Os termos que podem ser usados não fazem os livros que são apreciados. Os eruditos chegam a um impasse uma e outra vez, e isso não é tão bom quanto permanecer centrado. Ponha um fim ao exagero da teorização e não haverá preocupações, acabe com a astúcia, abandone o conhecimento e o povo se beneficiará cem vezes mais.

Os seres humanos são tranqüilos por nascimento; essa é a natureza celestial. Percebendo as coisas, eles agem; assim é o desejo natural. Quando as coisas vêm a eles, eles respondem; essa é a ação do conhecimento. Quando o conhecimento e as coisas interagem, surgem as preferências e as aversões. Quando se formam as preferências e as aversões, o conhecimento vai para as coisas externas e não pode voltar ao ser interior, e assim o plano celestial desaparece.

Portanto os sábios não substituem o que é celestial pelo que é humano. Externamente eles evoluem junto com as coisas, porém, internamente eles não perdem sua verdadeira condição. Assim, aqueles que compreendem o Caminho retornam à clara tranqüilidade. Aqueles que compreendem as coisas se afastam dos artifícios. Eles alimentam a inteligência através da calma, unificam o espírito através da abstração e avançam para o portão do nada.

Aqueles que seguem o céu viajam com o Caminho, aqueles que seguem os humanos se misturam com o que é vulgar. Portanto os sábios não deixam que o trabalho perturbe o mundo e não deixam que os desejos confundam os sentimentos. Eles fazem o que é adequado sem produzir esquemas, eles inspiram confiança sem falar.

Eles têm êxito sem pensar sobre isso, e vencem sem torcer as coisas para obtê-lo.

Lao-Tzu

Leia Mais…

Queridos Humanos

O Grupo de Kryon, saúda vocês amorosamente desde este espaço interdimensional que agora se abre, permitindo o surgimento de uma abertura, de uma brecha, através da qual deslizamos sutilmente com os ensinamentos que vocês estão acostumados a receber periodicamente através deste canal, saúda-lhes muito amorosamente.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Leia Mais…

CRIANDO A AUTOVALORIZAÇÃO EQUILIBRADA


Como vocês gostariam de pegar esse desequilíbrio e corrigi-lo? Que tal pegar esse desequilíbrio e torná-lo igual? É possível, e o convite é estendido para que vocês comecem. Existem sete atributos que podem auxiliá-los com isto. Alguns deles são fáceis, alguns difíceis, outros são simples de explicar e outros não. Alguns deles soarão excessivamente simplistas. “Bem, eu já sabia disto.”, vocês poderão dizer. Portanto, responderei para vocês: “Então, por que não estão fazendo isto?”. Aqui estão sete atributos que nós garantimos que, se praticarem regularmente, irão começar a elevar a sua consciência angelical e gerarão um equilíbrio da autovalorização.
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Leia Mais…

Limites



Qual o seu limite para sonhar e realizar objetivos em sua vida?
Nenhum.
O limite é você quem impõe.
Você é a única pessoa que pode colocar restrições nos seus desejos.
Veja que as grandes realizações do nosso século aconteceram quando alguém resolveu vencer o impossível...

Nas navegações, encontramos um Colombo determinado a seguir viagens pelo mar, mesmo estando cansado de ouvir que o mar acabava e estava cheio de monstros terríveis.

Santos Dumont, foi taxado de louco tantas vezes que nem mais ligava para os comentários, até fazer subir seu 14 Bis...

Ford foi ignorado por banqueiros e poderosos que não acreditavam em carros em série.

Einstein foi ridicularizado na Alemanha... Desistir de nossos projetos, ou aceitar palpites infelizes em nossas vidas é mais fácil do que lutar por eles.

Renunciar, chorar, aceitar a derrota é mais simples pelo simples fato de que não nos obriga ao trabalho.

E ser feliz, dá trabalho.
Ser feliz é questão de persistência, de lutas diárias, de encantos e desencantos.
Quantas pessoas passaram pela sua vida e te magoaram???
Quantos passarão pela sua vida só para roubar tua energia???
Quantos estarão realmente preocupados com você???
A questão é como você vai encarar essas situações.
Como ficarão seus projetos...eles resistirão as amarguras e desacertos do dia a dia???

O objetivo você já tem: ser feliz!!!
Como alcançar você já sabe: lutando!!!

Resta saber o quanto feliz você realmente quer ser.
E principalmente: qual o limite que você colocou em seus sonhos.

Lembre-se: não há limites para sonhar...
Não se limite, vá a luta!
O impossível é apenas algo que alguém ainda não realizou!!!
E sempre SORRIA!!!

Por Paulo Roberto Gaefke

Leia Mais…

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Auto Estima

Leia Mais…

VERSÃO MODERNA DO SERMÃO DA MONTANHA


- Bem-aventurados os pobres de ambições escuras, de sonhos vãos, de projetos vazios e de ilusões desvairadas, que vivem construindo o bem com o pouco que possuem, ajudando em silêncio, sem a mania de glorificação pessoal, atentos à vontade do Senhor e distraídos das exigências da personalidade, porque viverão sem novos débitos, no rumo do céu que lhes abrirá as portas de ouro, segundo os ditames sublimes da evolução.

- Bem-aventurados os que sabem esperar e chorar, sem reclamação e sem gritaria, suportando a maledicência e o sarcasmo, sem ódio, compreendendo nos adversários e nas circunstâncias que os ferem, abençoados aguilhões do socorro divino, a impeli-los para diante, na jornada redentora, porque realmente serão consolados.

- Bem-aventurados os mansos, os delicados e os gentis que sabem viver sem provocar antipatias e descontentamentos, mantendo os pontos de vista que lhes são peculiares, conferindo, ao próximo, o mesmo direito de pensar, opinar e experimentar de que se sentem detentores, porque, respeitando cada pessoa e cada coisa em seu lugar, tempo e condição, equilibram o corpo e a alma, no seio da harmonia, herdando longa permanência e valiosas lições na Terra.

- Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, aguardando o pronunciamento do Senhor através dos acontecimentos inelutáveis da vida, sem querelas nos tribunais e sem papelórios perturbadores que somente aprofundam as chagas da aflição e aniquilam o tempo, trabalhando e aprendendo sempre com os ensinamentos vivos do mundo, porque, efetivamente, um dia serão fartos.

- Bem-aventurados os misericordiosos, que se compadecem dos justos e dos injustos, dos ricos e dos pobres, dos bons e dos maus, entendendo que não existem criaturas sem problemas, sempre dispostos à obra de auxílio fraterno a todos, porque, no dia da visitação da luta e da dificuldade, receberão o apoio e a colaboração de que necessitem.

- Bem-aventurados os limpos de coração que projetam a claridade de seus intentos puros, sobre todas as situações e sobre todas as coisas, porque encontrarão a "parte melhor" da vida, em todos os lugares, conseguindo penetrar a grandeza dos propósitos divinos.

- Bem-aventurados os pacificadores que toleram sem mágoa os pequenos sacrifícios de cada dia, em favor da felicidade de todos, e que nunca atiçam o incêndio das discórdias com a lenha da injúria ou da rebelião, porque serão considerados filhos obedientes de Deus.

- Bem-aventurados os que sofrem a perseguição ou incompreensão por amor à solidariedade, à ordem, ao progresso e à paz, reconhecendo acima da epiderme sensível, os sagrados interesses da Humanidade, servindo sem cessar ao engrandecimento do espírito comum, porque assim se habituam à transferência justa para as atividades do Plano Superior.

- Bem-aventurados todos os que forem dilacerados e contundidos pela mentira e pela calúnia, por amor ao ministério santificante do Cristo, fustigados diariamente pela reação das trevas, mas agindo valorosos, com paciência, firmeza e bondade pela vitória do Senhor, porque se candidatam, desse modo, à coroa triunfante dos profetas celestiais e do próprio Mestre que não encontrou, entre os homens, senão a cruz pesada, antes da gloriosa ressurreição.

Rejubilem-se, cada vez mais, quantos estiverem nessas condições, porque, hoje e amanhã, são bem-aventurados na Terra e nos Céus.


Humberto de Campos

Leia Mais…

LENDA DOS SIOUX

Conta uma lenda dos índios Sioux que, certa vez, Touro Bravo e Nuvem Azul chegaram de mãos dadas à tenda do velho feiticeiro da tribo e pediram: “Nós nos amamos e vamos nos casar. Mas nos amamos tanto que queremos um conselho que nos garanta que ficaremos sempre juntos, que nos assegure estar um ao lado do outro até a morte. Há algo que possamos fazer?” E o velho, emocionado ao vê-los tão jovens, tão apaixonados e tão ansiosos por uma palavra, disse: “Há o que possa ser feito, ainda que sejam tarefas muito difíceis. Tu, Nuvem Azul, deves escalar o monte ao norte da aldeia apenas com uma rede, caçar o falcão mais vigoroso e trazê-lo aqui, com vida, até o terceiro dia depois da lua cheia. E tu, Touro Bravo, deves escalar a montanha do trono; lá em cima, encontrarás a mais brava de todas as águias. Somente com uma rede deverás apanhá-la, trazendo-a para mim viva!” Os jovens se abraçaram com ternura e logo partiram para cumprir a missão. No dia estabelecido, na frente da tenda do feiticeiro, os dois esperavam com as aves. O velho tirou-as dos sacos e constatou que eram verdadeiramente formosos exemplares dos animais que ele tinha pedido. “E agora, o que faremos?”, os jovens perguntaram. “Peguem as aves e amarrem uma à outra pelos pés com essas fitas de couro. Quando estiverem amarradas, soltem-nas para que voem livres.” Eles fizeram o que lhes foi ordenado e soltaram os pássaros. A águia e o falcão tentaram voar, mas conseguiram apenas saltar pelo terreno. Minutos depois, irritadas pela impossibilidade do vôo, as aves arremessaram-se uma contra a outra, bicando-se até se machucar. Então o velho disse: “Jamais esqueçam do que estão vendo, esse é o meu conselho. Vocês são como a águia e o falcão. Se estiverem amarrados um ao outro, ainda que por amor, não só viverão arrastando-se, como também, cedo ou tarde, começarão a machucar um ao outro. Se quiserem que o amor entre vocês perdure, voem juntos, mas jamais amarrados.”

Libere a pessoa que você ama para que ela possa voar com as próprias asas.

Essa é uma verdade no casamento e também nas relações familiares, de amizade e profissionais.

Respeite o direito das pessoas de voarem rumo ao sonho delas.

A lição principal é saber que somente as pessoas livres são capazes de amar!!!

Leia Mais…

SINTONIA E VIBRAÇÃO

Imaginemos alguém que, com um perfume muito forte, permanece determinado tempo em ambiente fechado. A fragrância do seu perfume irá se espalhar pelo ambiente, que ficará impregnado, durante algum tempo, com o odor característico. Da mesma forma, o resultado do que pensamos e sentimos, fica indelevelmente plasmado naqueles ambientes que mais costumamos freqüentar. Assim, os nossos lares, os ambientes de trabalho, os locais onde se realizam cultos religiosos e de outros tipos, ficam com suas atmosferas marcadas pelas formas-sentimento e formas-pensamento que comumente ali são expressadas. Quem penetrar em um desses ambientes, inconscientemente ou não, se sentirá inclinado a sintonizar-se psiquicamente com as vibrações ali caracterizadas, sejam agradáveis ou desagradáveis. Por outro lado, se alguém com um perfume muito forte nos abraça, inevitavelmente herdaremos o odor que dessa pessoa é emanado, seja ele prazeroso ou não. Da mesma forma que o perfume alheio nos invade a atmosfera pessoal, as vibrações espirituais de quem nos abraça também nos invadem a organização íntima, nem que essa troca energética se processe - e também se conclua - em poucos segundos, tempo necessário para que as defesas energéticas da aura administrem a invasão energética. Em resumo, estamos sempre marcando, com a "nossa fragrância espiritual", as pessoas e os ambientes com os quais convivemos e, ao mesmo tempo, recebendo as suas influências. Quando e se, as nossas defesas espirituais estiverem em boa forma, assimilaremos apenas o que nos for positivo e rechaçaremos o que não for. Esse processo é inconsciente, como também o é o da defesa orgânica que os anticorpos promovem em nosso corpo, sempre que necessário. É tudo tão rápido que o cérebro físico-transitório não dá conta, apesar de ser ele que administra todo o processo, como também o faz, a nossa mente espiritual, quando o caso se relaciona com as vibrações de terceiros que nos invadem o espírito. É importante perceber que, uma simples troca de olhares, um aperto de mão, um abraço, uma relação sexual, por exemplo, são situações em que a troca energética acontece, independentemente de querermos ou não. Quando a nossa defesa vibratória é positiva - normalmente assim o é nas pessoas que tem bom ânimo, não se deixam entristecer pelos fatos, são disciplinados no campo da oração e/ou meditação etc. - pouco nos invade a energia alheia, se isto for nos servir de transtorno ao nosso equilíbrio energético. Ao contrário, se estivermos em baixa condição de defesa energética, tal qual um prato de alimento estragado que inapelavelmente irá causar ‘estragos’ no nosso organismo, a energia deletéria alheia nos desarmonizará durante pouco ou muito tempo, conforme for a nossa capacidade psíquica-espiritual em restabelecer o equilíbrio que nos caracteriza, seja ele de que nível for. As crianças pequenas que sequer andam, normalmente tem energia passiva, e sofrem um bocado quando ficam ‘passando de braço em braço’, recebendo verdadeiras descargas energéticas que normalmente lhes causam desequilíbrios de toda ordem. Se os pais terrenos disso soubessem, outras seriam as suas posturas em relação a permitirem que seus filhos andem de ‘braço em braço’. Portanto, estamos, a todo momento, trocando energia com as pessoas e com os ambientes que nos rodeiam. O equilíbrio - leia-se, saúde espiritual - de cada um, é o único antídoto a impedir que as vibrações negativas, alheias à nossa organização espiritual, penetrem no nosso íntimo. Saber conviver sem sintonizar com a energia de terceiros é postura que somente os mestres de si mesmos conseguem plasmar na difícil coexistência com os demais. Ao contrário, se a toda hora temos a sensibilidade pessoal invadida por problemas e influências de outras pessoas e/ou situações, ficamos sempre à mercê dos ‘outros nos deixarem’ ficar em paz. Assim, a nossa paz íntima dependerá dos outros, jamais de nós próprios; o nosso controle será sempre refém do descontrole alheio; a nossa fragrância espiritual estará sempre mesclada com a dos outros; enfim, dificilmente conseguiremos ser donos de nossa própria vida. Se pretendemos ser os arquitetos e atores da nossa própria caminhada evolutiva é mister que cuidemos do nosso equilíbrio espiritual, escolhendo quando e como sintonizar com as vibrações alheias, seja em uma conversa, em um convívio mais íntimo, numa palestra, enfim, numa simples leitura, como é o caso que ora ocorre, pois, até o que lemos pode nos ser motivo de enriquecimento ou de desarmonia interior, já que é vibração que nos penetra a alma. Lembremo-nos: a soberania espiritual passa necessariamente pelo controle das emoções; a saúde do nosso corpo dependerá da qualidade do que nos alimentamos; o equilíbrio do nosso espírito depende, em muito, do que nos permitimos sintonizar, através dos sentidos. Afinal, se a massa e energia são aspectos de um mesmo padrão existencial, sintonia e vibração formam o elo entre toda a massa e energia que existe, independente das formas transitórias que venham a assumir. Melhoremos a nossa vibração pessoal e eduquemos os nossos padrões de sintonia. Isto feito, estaremos despertando no nosso íntimo, a grande herança que recebemos do Pai Celestial. Jan Val Ellam - Livro: "Queda e Ascensão Espiritual"

Leia Mais…

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

"Buscando la Paz y la Armonía"


Leia Mais…

TRABALHADORES DA LUZ - GUERREIROS DA LUZ


PERGUNTA: Como sei se sou um “Guerreiro da Luz”?

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Leia Mais…

Trem da vida


Leia Mais…

OS DOIS GRUPOS DE GUERREIROS

Ao que parece, existiam dois grupos de guerreiros num determinado local do planeta Terra. Os dois grupos de guerreiros conheciam os novos dons de Deus para a Nova Era e cada grupo possuía guerreiros da luz. Estavam conscientes dos seus contratos e sabiam da existência de forças obscuras em ação que queriam evitar que eles alcançassem os seus objetivos pessoais. Por esta razão, pediram a Deus os dons da nova energia e, de acordo com o que haviam pedido, cada guerreiro recebeu a sua "encomenda".

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Leia Mais…

Espere

Leia Mais…

COMO O MAL GERA O MAL

Um eremita caminhava por um lugar deserto quando chegou a uma gruta enorme cuja entrada não era facilmente visível. Decidiu descansar e entrou. Logo notou o brilhante reflexo da luz sobre um monte de ouro. Assim que se deu conta do que tinha visto, o eremita começou a correr, fugindo o mais depressa que pôde. Acontece que havia três ladrões que passavam muito tempo naquele ponto do deserto com a intenção de roubar viajantes. Logo o homem piedoso passou por eles. Os ladrões se surpreenderam, alarmaram-se até, vendo o homem correndo sem que ninguém o perseguisse. Saíram de seu esconderijo e detiveram-no, perguntando-lhe o que estava acontecendo. - Estou fugindo do diabo, irmãos - disse. - Ele está me perseguindo. Os bandidos não conseguiram ver ninguém perseguindo o devoto. - Mostra-nos quem está atrás de ti - disseram. - Eu o farei - falou o eremita, com medo deles. Levou-os em direção à gruta, rogando-lhes que não se aproximassem dela. A essa altura, naturalmente, os ladrões estavam muito curiosos com a advertência e insistiram em ver o motivo de tanto alarme. - Aqui está a morte que me perseguia - disse o ermitão. Os malfeitores, é claro, ficaram encantados. Evidentemente consideraram o eremita meio louco e o deixaram ir, enquanto se felicitavam por sua boa sorte. Em seguida começaram a discutir sobre o que deveriam fazer com sua presa, pois tinham receio de deixar o tesouro novamente só. Decidiram por fim que um deles apanharia um pouco do ouro, iria à cidade, onde trocaria por comida e outras coisas necessárias, e depois procederiam à divisão. Um dos ladrões se apresentou voluntariamente para realizar a missão. Pensou consigo mesmo: "Quando chegar à cidade poderei comer tudo o que quiser. Depois envenenarei o resto da comida. Assim os outros dois morrerão, e o tesouro será só meu ". Na sua ausência, porém, os outros dois também tinham estado pensando. Tinham decidido que, mal o espertalhão regressasse, o matariam. Depois comeriam sua comida e dividiriam o tesouro em duas partes, em vez de três. No momento em que o pilantra chegou à gruta com as provisões, os outros dois caíram sobre ele e, a punhaladas, o mataram. A seguir comeram toda a comida, e morreram por causa do veneno que seu companheiro havia posto nela. Dessa maneira, como o eremita predissera, o ouro realmente tinha significado a morte para os que tinham deixado se influenciar por ele, e o tesouro permaneceu onde estava, na gruta, por muito tempo.

Do livro 'Histórias da Tradição Sufi' - Edições Dervish 1993

Leia Mais…


VIVENDO O PRESENTE


Você já ouviu falar que preocupação envelhece? Há muita verdade nessa afirmação. Todos já
viram alguém "envelhecer da noite para o dia" ao passar por uma crise financeira ou emocional.

O que é exatamente esse padrão de pensamentos a que chamamos preocupação e que parece ter o poder de envenenar nossa existência?

É possível até mesmo afirmar que a preocupação causa o envelhecimento, pois ela acelera o tempo.

A preocupação é obviamente um hábito. O hábito de se atormentar por coisas que já passaram ou pelas que ainda podem acontecer.

Ela não tem nada a ver com o presente. Analisemos primeiro o passado. Ainda não se conhece nenhum meio de mudar o que passou. O passado é irrevogável; o tempo anula todas as possibilidades de torná-lo diferente.

Viver em meio aos enganos e mágoas do passado é totalmente improdutivo. Além do mais, esse tipo de atitude é nocivo, pois libera no organismo substâncias tóxicas que aumentam a pressão arterial e sobrecarregam o coração.

A melhor postura é reconhecer os erros passados, aprender com eles e deixá-los ficar em seu devido lugar, no passado.

Para dedicar toda a atenção ao presente é preciso a percepção sadia de que o passado se foi para sempre.

A preocupação é a recusa psicológica de aceitar esse fato. E o que a torna parte aparentemente inevitável da vida é o fato de os erros, as mágoas, os ressentimentos e as injustiças deixarem na mente vestígios que afetam o organismo através da conexão psicofisiológica.

Há um segundo tipo de preocupação que se ocupa de tentar evitar a dor pelo controle do futuro.

Um de meus colegas me deu um bom exemplo desse modo de agir. Ele tratou uma paciente durante vinte anos, e, nesse período, ela o visitava duas vezes por ano para fazer exames físicos completos.

Sempre que aparecia, demonstrava grande preocupação com a possibilidade de ter um câncer. Embora não tivesse nenhum sintoma da doença, ela inventava uma série de queixas que obrigava o médico a pedir uma bateria de exames apenas para assegurá-la de que não tinha câncer.

Essa cena se repetia ano após ano. A cada consulta o médico fazia o que podia para convencê-la de que estava livre da doença, e todas as vezes ela perguntava: "Tem certeza?"

Certa vez, porém, depois de analisar o resultado dos exames, o médico veio com más notícias. Disse à paciente que ela tinha câncer.

Ao que ela respondeu, com uma espécie de expressão de triunfo: "Não falei? Faz vinte anos que venho dizendo a mesma coisa!"

Em sua preocupação, essa mulher imaginou uma doença que ela temia mais que tudo. De tanto dar atenção a esse medo, ele acabou se tornando realidade.

A consciência tem meios de alterar os fatos. Nosso subconsciente pode transformar aquilo que imaginamos em realidade.

As pessoas que se preocupam se convenceram de que a preocupação é, de certo modo, o modelo correto de pensamento para evitar que coisas ruins aconteçam.

Entretanto, atenção é atenção. Se ficamos imaginando coisas que não queremos ver acontecer, é quase certo que o resultado será o oposto. Talvez algo "igualmente ruim" ocorra, o que dá no mesmo.

Se queremos imaginar o futuro, que ele seja repleto de alegrias e coisas boas. Mas as pessoas saudáveis não vivem nem no passado nem no futuro.

Elas vivem no presente, no agora, que acaba tendo sempre o gosto da eternidade, pois nenhuma sombra paira sobre ele.

Quando se presta atenção ao momento presente, ele se desenvolve em toda a plenitude.

Ao vivermos apenas de momento em momento, o tempo deixa de ser nosso inimigo.

Os efeitos nocivos da preocupação são eliminados através da valorização do que a vida nos oferece hoje.

Deepak Chopra

Leia Mais…

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

REFLEXÃO

Sigo no trânsito e, de dentro do meu carro, percebo os outros carros ao meu redor. Eles seguem em disparada, e são de várias cores, modelos e marcas, sempre indo e vindo num movimento frenético, acompanhado de buzinas, aceleração e pressa, aliás, muita pressa. Percebo, então, que não importa o período do dia, sempre haverá movimento, ação, ele nunca para. Em decorrência disto, pergunto-me:
“Todos têm pressa de chegar onde? Será tudo isto um fim em si mesmo? Caso não seja, para que, então, todo este desgaste físico e emocional que consumimos em nossas vidas? E por falar nisto, o que é mesmo que fazemos por aqui?”
A sociedade humana construiu suas marcas, mitos, ícones e heróis. Desenvolveu-se tecnológica e materialmente, graças a um árduo trabalho que nós desenvolvemos para a manutenção dela mesma. Quando criança, freqüentamos uma escola, após, em alguns casos, uma universidade, e assim seguimos adiante com especializações, mestrados, etc. para que consigamos o nosso lugar ao sol no mercado de trabalho, para que nos diferenciemos em nosso meio. Há, por certo aqueles que começam muito cedo a “lutar” pela sobrevivência. O que passa é que assumimos, sem questionar, o nosso papel de mantenedores de nosso mundo.
De todas estas sementes que lançamos no campo do mundo, nós temos colhido, pelo que tenho observado, computadores de última geração, veículos com designes arrojados, aviões supersônicos, sempre acompanhados de grandes doses de paraísos fiscais, lucros abusivos, corrupção, desrespeito, preconceito, violência, desigualdade e ódio. Mas de onde será que vêm estes últimos? Ah, nossa tendência é afirmar que quem suja nosso jardim são os outros. Falta que nos perguntemos quem são estes outros. Vivemos um momento em que as atrocidades se tornaram lugar comum e, anestesiados pela sua constância, seguimos sem nem percebê-las mais.
Serão estes fatos atrozes reflexos de aspectos de mim mesmo? E eu, quem sou eu?
Finalmente, se o “lado de fora” se torna impraticável, para onde iremos então? Como poderemos mudar toda esta confusão?
Seguindo os ensinamentos do mestre Krishnamurti, creio que primeiramente podemos começar prestando atenção aos nossos pensamentos, pois é através deles que semeamos a nossa realidade. Seguindo, também merecem a nossa atenção os nossos sentimentos e ações.
Quando ficamos atentos a estes movimentos internos, nos damos conta do quanto somos co-criadores de nosso mundo, e assim nós constatamos que somos infinitamente superiores ao que julgamos ser, e por conseguinte passamos a nos conectar, cada vez mais, com a Fonte da Vida.

Colaboração: Márcia Vares

Leia Mais…

sábado, 3 de novembro de 2007


A sua vida

Leia Mais…

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Dia 2 de novembro
Dia de Finados


Morte e equilíbrio

Falemos da vida e da morte Humana por um momento. O que mudou do velho para o novo é profundo nestes temas. Há tanto para compartilhar com vocês com relação a algo que é tão temível! A morte, como vocês pensam, é um velho paradigma. Não podemos dar uma informação maior do que esta e que seja mais excitante, pois não há maior atributo que acelere este planeta para a nova energia do que vocês viverem vidas muito longas.

Nos velhos dias – no velho paradigma – a morte era um intercâmbio de energia, que era rápido. Os seus corpos, projetados para viver 950 anos, duravam só 60 ou 70 anos, com a sua permissão. O envelhecimento foi algo projetado por vocês! A química era solta nos seus corpos e atuava nos seus DNA's para que vocês passassem por vidas curtas. E a razão disto é que já não voltariam com camadas de carma e teriam provas e desafios de energias escuras e de luz para trabalhar, e, assim, era melhor terem mortes e vidas rápidas, uma após a outra. Foi uma mudança vibratória do maquinário, mas já terminou. Vocês deram a permissão para si mesmos (no 11:11), com uma mensagem espiritual para o seu próprio DNA, o código da vida, que dizia assim: “Agora nós damos permissão, muito mais do que antes, para sobreviver e para facilitar a graduação da Terra!”. Permissão garantida, queridos! A ciência disto está, agora, sendo oferecida para vocês, lentamente, por todo o planeta. Estamos aqui para dizer que, se os potenciais forem atingidos, vemos que lá pelo ano 2012 a expectativa de vida Humana pode ser o dobro do que é agora. Será o dobro! O novo paradigma é este, queridos: está sendo pedido para que vocês avancem para uma área onde a morte só é a morte da velha energia – e a biologia humana vive mais e mais! Vamos ver se a sua ciência pode apoiá-la. Vamos ver se a sua sociedade teme e se tentará evitar que o medo se instaure. É muito diferente do que vocês poderiam esperar e depende das revelações das próprias fibras da sua estrutura celular. Os próprios segredos da vida e do processo de envelhecimento serão revelados.

A definição de ascensão, como foi dada para tantos grupos anteriores, é: “O Humano na nova energia, tendo removido o Carma e contratos, avança para a próxima encarnação sem ter uma morte humana. Então, sem o contrato existente, criará um, à medida que avança.”. Este é o propósito do Livro V de Kryon, “A Viagem para Casa”, pois está diante de vocês para que escolham, mas alguns escolherão não aceitá-lo. Tudo é adequado, e alguns de vocês decidirão escolher e outros não. Alguns anos vão passar até que vocês entendam tudo isto. Mas aqui está o quadro geral que falamos: não só têm permissão de permanecer, como também receberão o apoio da ciência, além da energia e do conhecimento necessários para uma vida longa, a fim de avançar para a próxima vibração, abandonar o seu velho carma, transmutar o seu velho paradigma em um novo e viver por um longo tempo. Esta é uma informação profunda, gerada por vocês, para vocês! Esta informação é dada porque vocês deram permissão para tê-la quando aconteceu o 11:11. Permitamos que a Luz tenha um significado totalmente novo! Permitamos que ela mude o seu equilíbrio! Permitamos que mude o seu poder na Terra!



Fonte: Livro VII de Kryon – Cartas do Lar – Canalização: “Escuridão e Luz”


Viver um espetáculo imperdível!!!

Leia Mais…


Conta-se que um rei foi certa manhã ao seu jardim e encontrou as plantas murchando e morrendo. Perguntou ao carvalho que ficava junto ao portão o que significava aquilo. Descobriu que a árvore estava cansada de viver porque não era alta e elegante como o pinheiro. O pinheiro, por sua vez, estava desconsolado porque não produzia uvas como a videira. A videira ia desistir da vida porque não podia ficar ereta e nem produzir frutos delicados como o pessegueiro. O gerânio estava agastado porque não era alto e cheiroso como o lírio. O mesmo acontecia com todo o jardim. Chegando-se ao amor-perfeito, encontrou sua corola brilhante e erguida alegremente como sempre. "Muito bem meu amor-perfeito, alegro-me de encontrar no meio de tanto desânimo uma florzinha corajosa e feliz. Você não parece nem um pouco desanimado". "Não, não estou! Eu não sou de muita importância, não sou grande nem forte, não tenho beleza ou perfume, mas apenas achei que se no meu lugar nosso Deus quisesse um enorme carvalho, um pinheiro, um pessegueiro ou um lírio, Ele teria plantado um deles; mas sabendo que o Senhor Deus queria um amor-perfeito, estou resolvido a ser o melhor amor-perfeito que posso". (COWMAN, Lettie, Mananciais no Deserto)

Leia Mais…

O PLANO DE SUA VIDA CHAMA-SE "PERFEIÇÃO"

O plano de suas vidas prevê a possibilidade de se tornarem, no decorrer desta vida terrena, fisicamente, mentalmente, espiritualmente totalmente saudáveis, puros e luminosos, e, se trabalharem o suficiente, concluirão sua viagem terrena. Todavia, sempre temos que constatar que tudo aquilo que vocês fazem ainda não é suficiente para produzir a verdadeira saúde de seus corpos. São coisas do cotidiano que sempre os sobrecarregam; há também ainda efeitos cármicos, que nesses tempos surgem em suas vidas e perturbam seu aperfeiçoamento. Percebemos tudo isso, mas nem sempre podemos eliminar os males que freqüentemente os atormentam. Compete a vocês se esforçarem para mudar essa situação, e devem estar certos de que nós os ajudaremos. Assumam o que tem que ser feito para conseguir a verdadeira saúde, a beleza física e a perfeição e, assim, receberão a ajuda de seus amigos da Luz.

Nós irradiamos as forças das chamas para vocês, para que elas possam fluir e preencher com força total seus corpos. Lembrem-se, quando chamarem as forças curadoras, de que estaremos presentes e os fortaleceremos. Queremos ver nossos alunos livres, saudáveis e seus corpos em completa beleza. Todavia, essa é sua própria tarefa, com a nossa ajuda.

Imaginem como isso acontece agora: como estão preenchidos pelas correntes de força curadora, como todas as suas células do corpo estão harmonizadas e como tudo aquilo que não está em harmonia e em ordem é descartado e desaparece na corrente das forças curadoras, como as forças irradiantes, renovadoras destroem o que precisa ser alterado em seus corpos.

Vejam-se luminosos, brilhantemente puros, perfeitos e, quando se olharem no espelho, não vejam as manifestações dos anos, sorriam para sua imagem no espelho e sintam como ela se irradia. Façam sempre isso para que isso se concretize. Se trabalharem suficientemente, não haverá impedimento. Também desaparecerão as cargas cármicas que escurecem sua imagem se trabalharem intensivamente com as forças irradiantes e purificadoras. E quando a Chama Violeta dissolver tudo isso, as forças curadoras trarão sua perfeição. Aceitem isso, amados amigos, confirmando-o sempre.

Estejam certos que estamos ao seu lado, confiem em nossa ajuda para seus corpos alcançarem completa pureza e serenidade. Aceitem nossas palavras, somos seus amigos e não lhes prometemos nada impossível, mas vocês também precisam manter sua própria promessa, feita antes dessa encarnação - executar o plano de sua vida, que se chama "perfeição"!

Sejam abençoados, amados amigos, e deixem que as forças curadoras os preencham sempre. Assim seu plano será consumado.

HILARION, em amor aos seus.

Boletim Ponte para Luz – janeiro, 2006

Leia Mais…


Medo da iluminação e do compromisso

Passaram mais de 4.000 anos. Você, querida, é uma mulher e encontra-se numa maravilhosa procissão. O desfile começou no palácio, e depois de várias horas de percurso por ruas estreitas, encontra-se finalmente no seu destino. Atiram-lhe flores, e todas as pessoas gritam, em louvor. Está vestida com um longo e leve vestido branco, adornado com fino ouro trazido de minas situadas a centenas de quilômetros dali. Outras mulheres caminham ao seu lado, semelhantes no seu esplendor.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Leia Mais…

O QUE TRAZEMOS E O QUE LEVAMOS...

Osho - Do livro "Mais Pepitas de Ouro"



Você vem ao mundo sem coisa alguma.

Assim, uma coisa é certa: nada lhe pertence.

Você vem absolutamente despido, porém com ilusões.

É por isso que toda criança nasce com as mãos fechadas, cerradas,

acreditando que está trazendo tesouros

- e aqueles punhos estão vazios.

E todos morrem com as mãos abertas.

Tente morrer com as mãos cerradas - até o momento ninguém conseguiu.

Ou tente nascer com as mãos abertas - ninguém conseguiu também.

Nada lhe pertence, então você está preocupado com qual insegurança?

Nada pode ser roubado, nada pode ser tirado de você.

Tudo o que você está usando pertence ao mundo.

E um dia você terá que deixar tudo aqui.



Você não será capaz de levar coisa alguma com você.



"Será que estou no caminho certo?"



As indicações de que você está no caminho certo são muito simples:

a)Suas tensões começam a desaparecer.

b) Você fica mais e mais senhor de si. Mais e mais calmo.

c) Encontrará beleza em coisas que jamais concebeu pudessem ser belas.

d) As menores coisas começarão a ter imenso significado.

e) O mundo inteiro se tornará mais e mais misterioso a cada dia.

f) Você se tornará menos e menos culto e mais e mais inocente - como uma

criança correndo atrás de borboletas, ou pegando conchas do mar numa praia.

g) Você sentirá a vida não como um problema, mas como uma dádiva, uma

bênção, uma graça.



Essas indicações crescerão continuamente se você estiver na pista certa.



Baste-se! Não dependa de nada para ser feliz.



Você tem a VIDA!

Leia Mais…

Um Povo


Não há países; há somente uma família. Não há cores, somente uma luz em você e em mim. Não há razões pelas quais não possamos viver em harmonia Como um único povo, em um único mundo, você e eu. Não há liberdade se o povo não puder escolher, Não há vitória se meu irmão tem que perder, Não existem fronteiras que signifiquem mais que a liberdade. Nós somos um povo, um forte pulsar de um coração, Um único espírito brilhando dentro de todos nós. Somos um parte do outro, nascidos para amar um ao outro. Quando tudo isso é dito e feito, nós somos UM. Olhe profundamente nos olhos de seus irmãos E me diga o que você vê. Eu vejo um espírito disfarçado, Sorrindo de volta para mim. Somos o mundo ao redor de nós, Somos parte de tudo o que vemos Cada pequenina coisa que você faz, me toca. Existe uma visão que todos devemos perceber. Pense nas crianças; tente ver através de seus olhos. O que lhes deixaremos se nunca aprendemos a ser? Somente um povo, somente um coração Você e eu. Somos um povo, um forte pulsar de um coração, Um único espírito brilhando dentro de todos nós. Somos um parte do outro, nascidos para amar um ao outro Quando tudo isso é dito e feito, nós somos UM.

Canção escrita por Morry Stearns


Leia Mais…


AS PERGUNTAS DO BEBÊ
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Leia Mais…

Humanos, ¡Vocês são o Serviço Magnético!
Canalizado ao vivo em 12.04.2007
(Buenos Aires, Argentina)

É conveniente destacar que o texto que segue não é uma transcrição exata e literal da canalização ao vivo, posto que as palavras canalizadas verbalmente possuem uma qualidade energética que não necessariamente pode chegar a ser materializada quando são transcritas.

Por causa disto, Mario Liani voltou a canalizar Kryon para fazer os ajustes necessários para que o texto mantivesse a coerência necessária e a mensagem pudesse ser processada integralmente pelo leitor, que não esteve presente no evento ao vivo.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Leia Mais…

A palavra "MAS"

Analisemos a frase: "Considero você um funcionário muito competente, honesto, dedicado, MAS gostaria que você não chegasse atrasado". Qual frase o funcionário vai memorizar? Certamente, a que é iniciada por "MAS". Além disso, ficará com a impressão de que chegar atrasado chama mais a atenção de seu chefe do que o fato de ser competente, honesto e dedicado.

A palavra "MAS" coloca uma frase em oposição a outra. É como se a frase iniciada por "MAS" apagasse tudo o que havia sido dito antes.
Como você se sentiria se alguém lhe dissesse: "Gosto muito de você, MAS gosto muito de fulano também?" Provavelmente, você sentiria que esta pessoa gosta muito mais do fulano do que de você.

Numa discussão, a palavra "MAS" causa ainda mais resistência e tensão. Só de ouvi-la, as pessoas se tornam mais inflexíveis e se colocam na defensiva. Isto acontece porque estamos condicionados ao seu efeito. Ao ouvir um "MAS", soa um sinal de alarme que nos faz defender com mais vigor ainda nossas idéias e posições.
Simplificando muito, diríamos que a cada vez que ouvimos um "MAS" em resposta ao que dissemos, num diálogo ou discussão, concluímos que a pessoa que nos fala está contra nós.

O que se pode fazer para evitar os efeitos negativos do "MAS"? Primeiro, não usá-lo da forma como demonstramos nos exemplos acima. Segundo, substituí-lo pela palavra "E", quando isto for apropriado.

Como na frase "Gosto muito de você E gosto muito de fulano também". Ou a frase "Considero você um funcionário muito competente, honesto, dedicado E gostaria que você chegasse no horário".

A palavra "MAS" pode ser usada de forma positiva para ressaltar um conteúdo desejado: "Meu filho, eu sei que você está triste por ter ido mal na prova, MAS nós sabemos que você é muito inteligente e que estudou bastante". Neste caso, a criança compreenderá que suas habilidades e possibilidades são maiores que o resultado de uma única avaliação. Agora, imagine o que a criança sentiria se a frase fosse invertida desta maneira: "Eu sei que você é muito inteligente e estudou bastante, MAS você foi mal na prova..."

As frases que construímos com "MAS" podem ainda revelar visões distorcidas que temos do mundo e de nós mesmos. Podem indicar relações que na verdade não existem. Por exemplo: "Não gosto de ser ríspido, MAS meu trabalho assim exige". Poderíamos perguntar a esta pessoa: "Quer dizer então que se seu trabalho não exigisse, você não seria ríspido?" "Como seria então?" "O que poderia acontecer se você não fosse ríspido em seu trabalho?" Estas e outras perguntas auxiliam a pessoa a buscar informações que ela havia suprimido e a desfazer relações de causa e efeito que não existiam de fato.

Também objeções são expressas através do "MAS": "Este carro é lindo, MAS custa muito caro". Uma forma de lidar com objeções é fazer de conta, por um momento, que elas não existem: "Então se não fosse caro, este seria o tipo de carro que o deixaria feliz? Este tipo de pergunta faz com que o indivíduo avalie melhor seus critérios e prioridades. Seria como se lhe perguntássemos: "O que é mais importante para você, o dinheiro que vai gastar ou o prazer de possuir este carro?"

Leia Mais…